E-mail
CTIC orienta usuários da UFPA sobre segurança na web Imprimir
Escrito por Administrator   
Seg, 12 de Junho de 2017 09:56

Você já teve ou conhece alguém que teve a conta de e-mail invadida? Ou já foi alvo de spam? O crescimento da web garante várias facilidades no nosso dia a dia: comunicação com várias pessoas em um só clique, compras online, movimentação financeira. Mas não podemos confiar na internet para tudo. O coordenador do Data Center da UFPA, Carlos Nogueira, explica um pouco mais sobre os cuidados necessários na hora de navegar na web e os sistemas de segurança aplicados aos recursos digitais da UFPA.

Carlos afirma que o CTIC (Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação) trabalha com vários métodos para garantir a segurança das contas e sites institucionais e sistemas legados da Universidade, como o SIGAA (Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas) e o SIE (Sistema de Informação para Ensino). A “segurança física” dos sistemas da UFPA é garantida por equipamentos alocados no CTIC, em salas com acesso limitado de funcionários, políticas de segurança e controles adequados. A segurança lógica, ou seja, a segurança dentro da rede, é garantida por firewall e outras ferramentas aplicadas aos serviços de TI.

Lidando com problemas comuns na Internet - Ataques usuais ocorrem dentro - e fora - da rede da UFPA todos os dias, a exemplo do phishing e o spam. No phishing, os hackers buscam conseguir dados pessoais do usuário. Isso pode ser feito indiretamente, por meio do armazenamento de informações fornecidas pelo usuário em redes sociais ou diretamente, por mensagens em que o hacker se passa um órgão ou empresa importante e pede que o dono da conta envie número de CPF, RG, senhas, entre outros. O perigo nisso é que esses dados são armazenados em prol de atos criminosos; assim o usuário passa a correr certos riscos, como problemas relacionados a fraudes, estelionato, roubo, entre outros.

Outro caso comum é o recebimento de spam, mensagens não solicitadas enviadas a um grande número de pessoas. Além de encher a caixa de e-mail do usuário, podem gerar conteúdo impróprio e fraudes financeiras. Apesar do cuidado tomado com os sistemas operacionais gerenciados pelo CTIC, a precaução deve partir também dos usuários, a partir da utilização de senhas seguras e cuidado na hora de fornecer dados online.

Carlos enfatiza que o CTIC não envia e-mails solicitando a atualização de senhas e outros dados pessoais dos usuários. “Se você receber esse tipo de mensagem, apenas exclua”, diz. Quando a conta é alvo de spam, o CTIC bloqueia o envio e recebimento de mensagens para garantir segurança ao sistema. O usuário deve entrar em contato com a coordenadoria de atendimento ao usuário, no CTIC, ou abrir uma chamada pelo SAGITTA.

Garanta mais segurança nas contas pessoais - A maneira mais simples - e uma das mais eficazes - para evitar ataques digitais é criar uma senha segura. As senhas fracas, como combinações simples de números ou letras, facilitam o acesso à conta e torna o usuário mais suscetível a ataques como o phishing, envio de spam aos contatos e outros.

Dica: procure um gerenciador de senhas. A ferramenta impede o acesso de qualquer pessoa fora o próprio usuário com o aparelho registrado. O gerenciador cria combinações aleatórias e não padronizadas e realiza a troca periódica de senhas. Outra sugestão é reservar informações pessoais nos perfis do Facebook, Twitter e outros apenas aos amigos e familiares. Deixar dados pessoais em modo público na rede pode facilitar o phishing e o envio de spam nas contas dos usuários.

Não custa nada lembrar: muito cuidado na hora de fornecer dados pessoais (CPF, número de conta no banco, senhas em geral). Não responda e-mails ou forneça informações a qualquer site antes de ter se certificado de que a plataforma é segura.

CTIC realiza campanhas de conscientização - Desde 2013 a equipe do Data Center realiza palestras na Semana do Calouro para sensibilizar os usuários a respeito dos cuidados na hora de navegar na web. Durante o ano, a equipe também promove palestras específicas em centros e institutos da UFPA com o mesmo objetivo.

A resposta dos usuários da UFPA é mensurada após a realização da palestra para conferir os resultados da campanha. “Nós analisamos pelo sistema os locais em que ocorrem maiores incidentes de segurança e vamos até lá promover campanhas de conscientização. Quando é necessário, nós retornamos ao local e fazemos palestras novamente”. Carlos comemora os resultados e assegura que os incidentes graves de segurança na UFPA têm diminuído nos últimos anos.

O que fazer se você foi vítima de um ataque virtual no sistema da UFPA - Recorra ao CTIC presencialmente na Coordenadoria de Atendimento ao Usuário (aberta das 8 às 18h no prédio do CTIC) ou realize uma chamada na plataforma SAGITTA. Além do contato individual, alunos e servidores da UFPA podem solicitar ao CTIC a realização de palestras para esclarecimento de maiores dúvidas.

Serviço:
Coordenadoria de Atendimento ao Usuário - atendimento no CTIC, de 8 às 18h.
Plataforma SAGITTA.
Saiba mais: Anti-spam para e-mail institucional.

 

Texto: Mariana Vieira - Assessoria de Comunicação do CTIC (Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação)
Fotos: Divulgação CTIC e Google

 

Copyright © 2016 Instituto de Ciências da Arte - UFPA

Avenida Presidente Vargas, S/N, Praça da República - Belém - Pará - Brasil, CEP 66017-060 - Tel: Secretaria: (91) 3241-5801, Fax: (91) 3241-8369. E-mail: ica@ufpa.br