E-mail
Coletivo dos Skatistas da UFPA promove práticas gratuitas no Vadião Imprimir
Escrito por Administrator   
Qui, 12 de Abril de 2018 10:20

Para proporcionar à comunidade a prática gratuita de esporte e lazer, além da sua divulgação e da ocupação do campus, o Coletivo de Skatistas da UFPA, junto ao Circuito Universitário de Cultura e Arte (CUCA), promove, desde 2015, ações de prática de skateboard na Universidade. Este ano, como parte da programação da semana do calouro do curso de Ciências Sociais, o projeto irá realizar o dia do skate da UFPA, na dia 23 de março. As atividades são abertas a todos os interessados. Assim como nas ações que ocorrem aos sábados, não é necessário realizar inscrição nem possuir equipamento, os interessados recebem skates e equipamento adequado, lá no local. A atividade se inicia às 9h, no Complexo Vadião, Campus Básico da UFPA, no bairro Guamá, em Belém.

O Coletivo dos Skatistas da UFPA surgiu das atividades que começaram a ser promovidas pelo Circuito Universitário de Cultura e Arte (CUCA) da União Nacional dos Estudantes (UNE) em 2015. As ações ocorriam por meio do projeto de extensão “Sociologia e Cultura Urbana” que trouxe para a Universidade a proposta do skate como forma de ocupar os espaços ociosos e apresentar à comunidade acadêmica um esporte diferenciado.

Atualmente, as ações do coletivo são promovidas todos os sábados, das 9h às 16h, e diariamente aos finais de tarde, no Complexo Vadião e são abertas ao público, já que são emprestados skates às pessoas que não possuem. Além da prática do esporte, também ocorrem rodas de conversa sobre projetos de extensão, sobre como implantar o esporte na Universidade e sobre as possíveis parcerias com a comunidade - como o caso da comunidade do Riacho Doce.

Integração – Segundo Alexandre Blanco, Coordenador geral do CUCA da UNE, um dos principais objetivos do projeto é apresentar a cultura skateboard à comunidade universitária e fortalecer o skate como um esporte universitário e olímpico. "Ao proporcionar um espaço de treino para os jovens estudantes, se investe na permanência deles na instituição e em sua preparação como atletas."

“Temos o objetivo de apresentar o skate como opção de lazer e locomoção dentro da UFPA, mas também queremos quebrar com preconceitos e estereótipos que a sociedade tem sobre o esporte; queremos mostrar que o skatista estuda, está na universidade, participa de projetos de extensão e pode ser profissional qualificado; nós da comunidade acadêmica também sofremos com esses preconceitos, a UFPA tem professores e funcionários skatistas, por isso é importante para a inclusão”, declara Alexandre.

O membro do coletivo dos skatistas e doutorando do NAEA/UFPA, José Maria Reis, acredita que a importância do projeto está em o skate ser uma prática social, portanto, complexo, diverso e amplo; o esporte envolve aspectos sociais, econômicos, antropológicos e ambientais, sendo indispensável na vida de diversas pessoas. As ações visam mostrar, também, que esses esportistas devem integrar a política de amparo a diversidade cultural na Universidade.

“Por meio do coletivo de skateboard e desses eventos, o que queremos mostrar é que o skate é uma realidade dentro da UFPA, não só como prática, mas também como aquilo que é o principal da Universidade que é produzir conhecimento; então atualmente nós temos práticas de skate ligadas à educação, pesquisa, produção de ciência e também extensão, então podemos dizer que o skate está presente no tripé da universidade: ensino, pesquisa e extensão”, completa o skatista.

Serviço:
Projeto Coletivo dos Skatistas
Data: sábados
Local: Complexo Vadião, no Campus Básico da UFPA, no Guamá, Belém
Hora: 9h às 14h

Texto: Elizandra Ferreira  – Assessoria de Comunicação da UFPA
Foto: Alexandre de Moraes

 

 

Copyright © 2016 Instituto de Ciências da Arte - UFPA

Avenida Presidente Vargas, S/N, Praça da República - Belém - Pará - Brasil, CEP 66017-060 - Tel: Secretaria: (91) 3241-5801, Fax: (91) 3241-8369. E-mail: ica@ufpa.br